Ainda que perdoado, és escravo enquanto não perdoares

[Leitura] Dan 3, 25. 34-43; Mt 18, 21-35

[Meditação] «De todo o coração» é a medida do louvor de Azarias a Deus como retribuição pelo seu imenso poder ao salvá-lo da fornalha ardente. «De todo o coração» é a medida do perdão que Jesus sugere aos seus seguidores. Na verdade, 70×7 não é só uma fórmula que mede o perdão, mas uma forma de, até à morte, o crente devolver a Deus, mediante os que pecam ou que prevaricam, a sua infinita misericórdia.

Não basta, pois, sentir-se perdoado. É preciso dar provas de que se é capaz de perdoar.

[Oração] Sal 24 (25)

[ContemplAção] Em: twitter.com/padretojo

%d bloggers like this: