No meio das contrariedades deste mundo, germina o Reino!

[Leitura] Dan 7, 2-14; Lc 21, 29-33

[Meditação] Ao lermos o Livro de Daniel, não sabemos bem como interpretar todos os elementos estranhos que compõem a sua profecia. Sambemos, porém, à luz do Evangelho, que servem de sinais para comunicar que os acontecimentos do mal não têm a última palavra.

A lógica do Reino não é, assim, tão difícil de compreender que não a possamos, inclusivamente, pôr em prática. Se assim não fosse, Jesus não no-lo teria vindo anunciar. O desafio é, mesmo, não darmos a última palavra ao que nos mete medo, nos acontecimentos da história de hoje, sendo que, apenas, não tenhamos medo das “coisas de Deus”!

Louvemos o nosso Criador e tudo aquilo que Ele fez bem feito para nos servir de motivação no sentido de trabalharmos para o bem. Ele verá com todo o seu poder, em Jesus Cristo que renasce nos corações daqueles que O temem e servem.

[Oração] Dan 3, 75ss:

Montes e colinas, bendizei o Senhor,
louvai-O e exaltai-O para sempre.
Plantas que germinam na terra, bendizei o Senhor,
louvai-O e exaltai-O para sempre.
Mares e rios, bendizei o Senhor,
louvai-O e exaltai-O para sempre.
Fontes, bendizei o Senhor,
louvai-O e exaltai-O para sempre.
Monstros e animais marinhos, bendizei o Senhor,
louvai-O e exaltai-O para sempre.
Aves do céu, bendizei o Senhor,
louvai-O e exaltai-O para sempre.
Animais e rebanhos, bendizei o Senhor,
louvai-O e exaltai-O para sempre.

[ContemplAção] Em: twitter.com/padretojo