Publicado em Lectio Humana-Divina

O batizado alcança a paz com a realização da caridade que pressupõe a justiça

[Leitura] Rom 6, 19-23; Lc 12, 49-53

[Meditação] A caridade agrada a Deus quando a justiça serve os irmãos − é a grande verdade teológica que retiro das leituras desta quinta-feira. E a graça de Deus é fundamental para que se identifiquem uma com a outra no viver e atuar humanos. Ora, a graça de Deus, que é gratuita, vem até nós através da obra do Espírito Santo, com Quem somos chamados a colaborar. É assim que se realiza o Batismo.

Aquele “fogo” torna-se incendiário quando não cumpre a justiça e não vem de Deus (como o dos incêndios que destroem vidas…). Jesus veio acendê-Lo em nós para que possamos colaborar com a proteção de tudo o que no mundo concorre para o bem da humanidade. Por isso, enquanto houver divisão entre as pessoas, é preciso lutar pela paz que implica a conversão ao projeto de Deus.

[Oração] Sal 1, 1-2. 3. 4 e 6

[ContemplAção] Em: twitter.com/padretojo

Autor:

Padre da Diocese de Viseu