A atitude cristã seja uma altitude!

[Leitura] Col 3, 1-11; Lc 6, 20-26

[Meditação] Por vezes, ao distinguir-se o que é do céu e o que é da terra, separa-se o que é físico do que é espírito, como se este dissesse respeito a tudo o que é bom e aquele a tudo o que é mau. Teimamos em dividir entre sagrado e profano dentro de esquemas pré-morais, esquecendo-nos que dentro de um templo pode acontecer algum mal e numa praça pública pode realizar-se muito bem.

O que a liturgia da Palavra de hoje nos sugere é que é a altitude de costumes, independentemente da situação em que a pessoa se encontre,  a fazer com que sejamos bem-aventurados; e não a mera posse de bens perecíveis.

Pode ser que nos venhamos a encontrar com Deus naqueles lugares e pessoas que podem aparentar a Sua ausência. Na verdade, a recompensa prometida fará parte da visão do céu, não coincidindo com um mero bem-estar na terra.

[Oração] Sal 144 (145)

[ContemplAção] Em: twitter.com/padretojo