Autoridade de Jesus: doutrina que cura e restitui

[Leitura] 1 Tes 5, 1-6. 9-11; Lc 4, 31-37

[Meditação] Temos contemplado como, na sociedade, há poderes que, a partir de ideologias lobicizadas, prometem ao ser humano aquela autonomia desejada que, pelo mistério da iniquidade, nunca chega a ser alcançada pela escravidão que com exclusividade realiza.

É curioso que a entidade do mal possuidora ou manipuladora saiba que Jesus é o Santo de Deus. Aquela entidade fala mais alto depois de o ser humano lhe ter dado razão, como no Éden, deixando de dialogar com a verdade objetiva que cura do mal e restitui ao centro da comunidade que caminha para o horizonte que confere sentido à existência.

Neste texto evangélico de hoje, podemos encontrar a inspitação para a cura daquelas tendências eclesiais e não só sociais que fragmentarizam e dispersam a pessoa, e para a restituição ao verdadeiro corpo unido à cabeça que é Cristo, único que realiza o que promete!

[Oração] Sal 26 (27)

[ContemplAção] Em: twitter.com/padretojo