Publicado em Lectio Humana-Divina

É a oração confiante a “patente” da graça gratuita

[Leitura] Deut 6, 4-13; Mt 17, 14-20

[Meditação] A adoração ao único Deus era a forma de o povo estar unido contra os inimigos. Moisés mandava “tatuar” essa convicção em tudo o que pudesse ser sinal dessa memória.

No início da nova aliança, Jesus “arrelia-se”, com razão, por observar a incredulidade diante do poder do Pai, sempre pronto a socorrer a humanidade fragilizada por várias situações de doença. Ora, a incredulidade descarta a oração, enquanto que a fé a tem por alimento em todas as circunstâncias, uma vez que se apoia sempre na escuta da Palavra divina. Além do mais, a oração é uma grande aliada no acolhimento da graça de Deus, que é sempre gratuita!

[Oração] Sal 17 (18)

[ContemplAção] Em: twitter.com/padretojo

Autor:

Padre da Diocese de Viseu