A chama sobrenatural do Espírito jamais poderá ser apagada pela água natural

[Leitura] 1 Jo 5, 5-13; , Mc 1, 7-11

[Meditação] O rasgar dos céus e a descida do símbolo do Espírito que faz Jesus ouvir e comprender a voz do Pai é uma realidade que, mais do que ser percetível aos sentidos físicos, é uma verdade que, pela fé, somos convidados a ter como pressuposto de uma vida cristã feliz e eficiente. O acontecimento relatado por Marcos não se prende com a necssidade de Jesus ter de passar por aquele rito. É a declaração de uma certeza de que, por Cristo, todos podemos, naquela atualização batismal, ter a possibilidade de ouvir e compreender o amor do Pai.

Uma vez que o Pai revelou o seu amor pelo Filho no Espírito Santo, a nossa atiude de acreditar possibilita-nos atualizar o mesmo testemunho em nós, através da vida eterna que já está contida na vida cristã terrena. Acreditar em Jesus faz vencer o mundo, através de uma caridade divina que não se deixa apagar por obstáculos humanos. Antes, ajuda-nos a dissipar todos os medos, pondo o que somos ao serviço da vida.

A manifestação do rio Jordão é a manifestação do Jesus adulto, outrora manifestado como Luz para todos os povos. No cristão, a atitude crente pode ser, no mundo atual, uma réplica daquela manifestação do amor do Pai, em nós, no mesmo Espírito do Ressuscitado.

[Oração] Sal 147

[ContemplAção] Em: twitter.com/padretojo