Publicado em Lectio Humana-Divina

A purificação do pecado abre o olhar para a manif do Espírito

[Leitura] 1 Jo 2, 29 – 3, 6; Jo 1, 29-34

[Meditação] A liturgia deste dia ajuda-nos a ver com mais clareza a mportância da relação entre o mnistério de João Batista e a missão de Jesus Cristo, como se houvesse uma ponte importante entre as duas margens.Hoje, podemos compreender como o ministério da Igreja continua a ser muito importante como ponte para a outra margem definitiva da vida.

Não é sempre fácil entre as instituições e as pessoas de lançar esta ponte para que a salvação chegue a todos. É um processo lento no qual Jesus já lançou os pilare, mas necessitando, por razões humanas, de uma pedagogia lenta, em que os processos de adecuem às circunstâncias de cada pessoa, como, aliás, sempre fez Deus, na sua acomodação para se fazer aceitar livrement pelo ser humano.

Hoje celebra-se a memória facultativa do Santíssimo Nome de Jesus. Este Nome é, por assim, dizer a única “password” acessível a todos para entrarmos na rede da salvação, por é por meio d’Ele que podemos ser salvos. Quando faltam ligações ou setas a indicar para aquela ponte, este é o Nome que podemos gritar, para que, pelo Seu Espírito, a porta da salvação se abra: Jesus, que quer dizer, Deus salva.

[Oração] Sal 97 (98)

[ContemplAção] Em: twitter.com/padretojo

Autor:

Padre da Diocese de Viseu