Publicado em Lectio Humana-Divina

O “prémio” do fazer-se servo é Ser Servo!

[Leitura] Tit 2, 1-8. 11-14; Lc 17, 7-10

[Meditação] Jesus acaba de ouvir dos seus discípulos o pedido «aumenta a nossa fé» e percebe que eles ainda estão muito influenciados pela cultura judaica que os leva a esperar uma recompensa pelos esforços feitos no dever cumprido. Então, Jesus utiliza a linguagem das relações laborais do seu tempo para dizer que na relação com Deus não é menos. A verdadeira recompensa não tem nada a ver com valores terrenos, mas com uma dignidade mais alta que tem a ver com a vida eterna que já se vai construindo com o serviço desinteressado. Se não fosse assim, como argumentaríamos a gratuidade dos bens prometidos e realizados pela Palavra de Deus?

O facto de sugerir o título de “inúteis” aos servos que fazem tudo o que se lhes ordena que seja feito é um elogio à dignidade dos servos. Com esta pedagogia, Jesus prepara os seus discípulos para a consistência que se haveria de contemplar na colaboração com os Apóstolos, como se comprova entre Tito e Paulo. Essa constância das atitudes permitida pela renúncia a si mesmo no bom serviço aos outros é o permite à Palavra ser acreditada. De esforço a esforço, aprendendo a capacidade de servos, vamos conquistando, sim, a competência de amigos de Jesus. Como Madre Teresa de Calcutá, nunca reivindicando, nem se queixando no serviço gratuito e desinteressado para com todos. Ao servo basta saber que, nas idas e vindas, o Senhor protege aqueles que O amam (cf. Sl 145, 20).

[Oração] Orações pelos Seminários:

Deus, Pai de misericórdia,
nós vos damos graças porque
nos esperais quando saímos de casa,
nos acolheis quando regressamos,
vos alegrais e fazeis festa quando perdoais.
Fazei dos seminários casas de misericórdia,
Comunidades de escuta e comunhão,
Escolas de fé, esperança, amor e serviço.
Deus, Pai de misericórdia, nós vos pedimos
Jovens disponíveis para o sacerdócio,
Seminaristas fiéis à graça do chamamento,
Famílias abertas ao amor,
Paróquias vivas na comunhão,
Padres felizes no ministério.
Por Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco,
na unidade do Espírito Santo.
Ámen
Ó Maria, Mãe de Misericórdia,
Dai-nos muitos e santos sacerdotes.
Ámen.

[ContemplAção] Em: twitter.com/padretojo

Autor:

Padre da Diocese de Viseu