Há Ressurreição! Por Cristo Rei, com a Mãe Palavra e nos Sete Irmãos Sacramentos

rei-mae-e-sete-irmaos[Leitura] 2 Mac 7, 1-2. 9-14; 2 Tes 2, 16 – 3, 5; Lc 20, 27-38

[Meditação] A Liturgia da Palavra deste XXXII domingo do tempo comum (ano c), mostra-nos que o mundo não mudou muito desde o tempo dos macabeus. A sua história passa-se na Síria, mais de cem anos antes de Cristo, em que um rei submete a uma dura prova sete irmãos, entre as tradições antigas e a esperança da fé de sua mãe. Hoje, como ontem, os crentes fazem a mesma experiência, no mundo, entre as leis do mundo e a promessa divina de vida eterna.

À primeira vista parece que a controvérsia do Evangelho é somente sobre a questão da validade do matrimónio, mas talvez não. Tem na base outros dois debates que se relacionam entre si, na vida prática da vocação: o da liberdade religiosa e o da fé na ressurreição dos mortos. Os saduceus (entre os quais alguns sacerdotes segundo a ordem de Levi) não acreditavam nesta, não admirando, pois, que quisessem impor as suas leis para defender uma outra forma de prémio para os que se portassem conforme as suas expetativas. Mas Jesus Cristo causa uma ruptura com esse tipo de reencarnação, para propor uma vida nova à luz do acontecimento da sua Páscoa.

Nesta Semana dos Seminários,  repropõe-se a vocação ao presbiterado segundo a ordem de Jesus Cristo (“de Mesquisedec”, ou seja, não originária de linhagem humana, mas divina). Os candidatos devem ser formados nos Seminários não para ir para as comunidades cumprir as tradições dos antigos. Mesmo cuidando e defendendo as melhores tradições, eles serão chamados a levar a Palavra do Rei Jesus Cristo como dinâmica sempre nova a dar vida eterna. D. Rino Fisichella, Presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização,  propõe, por isso, que a expressão “inculturação da fé” seja substituída por “evangelização das culturas”. Na primeira expressão podemos assistir a uma crise deficitária da fé, enquanto na ação da segunda podemos contemplar um bom desenvolvimento das culturas. Não estejamos, pois, à espera que o Seminário forme padres para ontem; é para um amanhã que, no hoje, se desenvolve com os pés bem assentes na terra, mas com um serviço a pulsar segundo o coração misericordioso de Deus. Por isso é que o D. Vrigílio Antunes, Bispo de Coimbra, nos sugere que, nesta semana, reflitamos o tema “Movidos pela Misericórdia de Deus”, para nos convencer de que «nenhuma lei deste mundo, nenhum conselho, nenhum raciocínio da razão têm a mesma capacidade para mover a mente, a vontade e o coração das pessoas do que a infinita misericórdia de Deus».

A oração pelos Seminários é, como diz o Apóstolo: «orai por nós, para que a palavra do Senhor se propague rapidamente e seja glorificada, como acontece no meio de vós».

[Oração] Orações pelos Seminários:

I

Deus, Pai de misericórdia,
nós vos damos graças porque
nos esperais quando saímos de casa,
nos acolheis quando regressamos,
vos alegrais e fazeis festa quando perdoais.
Fazei dos seminários casas de misericórdia,
Comunidades de escuta e comunhão,
Escolas de fé, esperança, amor e serviço.
Deus, Pai de misericórdia, nós vos pedimos
Jovens disponíveis para o sacerdócio,
Seminaristas fiéis à graça do chamamento,
Famílias abertas ao amor,
Paróquias vivas na comunhão,
Padres felizes no ministério.
Por Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco,
na unidade do Espírito Santo.
Ámen
Ó Maria, Mãe de Misericórdia,
Dai-nos muitos e santos sacerdotes.
Ámen.

ou:

II

Maria, Senhora da Mensagem e do Rosário,
Profecia do amor misericordioso de Deus,
Primícia e figura da Igreja fiel e crente:
Intercedei por todas as Famílias a Deus Pai
Para que nelas resplandeça a fé e a ternura
A alegria da comunhão e da fidelidade
E sejam fecundas na sua identidade e missão.
Maria, Senhora do Imaculado Coração,
Mãe do Amor belo e da Misericórdia,
Humilde Serva e discípula do Senhor:
Intercedei por todos os Seminaristas a Deus Pai
Para que, movidos pela misericórdia do Senhor,
Respondam com generosidade à sua vocação
No cumprimento da vontade e do amor de Deus.
Maria, Senhora mais brilhante que o Sol,
Imagem da Igreja revestida da luz Pascal,
Mãe do Evangelho Vivente e Mãe da Igreja:
Intercedei por todos os Sacerdotes a Deus Pai
Para que sejam homens de Deus e arautos da fé
E fiéis no seu ministério sejam servos de todos,
Pastores fortalecidos no coração de Cristo, Bom Pastor.

[ContemplAção] Em: twitter.com/padretojo