A resposta ao chamamento é o percurso assistido que vai da sinceridade ao serviço

[Leitura] Dan 7, 9-10. 13-14 ou Ap 12, 7-12a; Jo 1, 47-51

[Meditação] O fingimento não faz parte da anatomia do chamamento. E muito menos a autorreferencialidade. Prova-o o percurso de Natanael: por um lado, a sinceridade, ainda que primária, daquele sujeito que recebe um convite de Filipe a ir conhecer o Mestre («De Nazaré pode vir alguma coisa boa?» [Jo 1, 46]); por outro, a assistência do olhar de Cristo, que deixa tudo a descoberto. Este olhar divino não tem limites de distância e se do lado do homem alguma distância é percebida ou temida, é porque lhe falta percorrer um caminho de abertura, com a assistência dos Arcanjos que medeiam a ação da Santíssima Trindade.

Este caminho de Natanael é o inverso do caminho dos discíulos de Emaús enquanto estes não se encontram com Jesus, hoje a caracterizar muitos dos nossos contemporâneos. A nível da pastoral das vocações, cada vez mais é urgente fazer o papel de Filipe, mesmo que as respostas não sejam rápidas e diretamente em função da urgência de missionários. A missão da Igreja não pode ser mediada pela, porventura possível, falta de sinceridade que não é apta para o serviço.

Precisamos de, continuamente, nos deixarmos proteger pelos Arcanjos. No seu vai-e-vem entre Deus e a humanidade, não há nada que eles não possam fazer. E a perceção do poder com que eles servem a Deus é tanto maior quanto maior for a pureza do coração dos que O procuram servir. Assim foi com Jacob, Maria, José e tantos outros homens e mulheres que do Antigo e ao Novo Testamento nos relataram tais aventuras assistidas entre o sonho e a realidade da vocação. Assim, também, foi assistido o caminho de Jesus na sua subida para o Pai, para além da presença plena do Seu Espírito Santo.

[Oração] Sal 137; ORAÇÃO A SÃO MIGUEL ARCANJO, DO PAPA LEÃO XIII:

São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate,
sede nosso refúgio contra a maldade e as ciladas do demónio!
Ordenai-lhe Deus, instantemente Vos suplicamos.
E vós, príncipe da milícia celeste, pela virtude divina,
precipitai no inferno satanás e todos os espíritos malignos
que andam pelo mundo para perder as almas. Ámen.

[ContemplAção] Em: twitter.com/padretojo