Seguir Jesus é amar os irmãos, a caminho do seu Reino

[Leitura] Act 14, 21b-27; Ap 21, 1-5a; Jo 13, 31-33a. 34-35

[Meditação] É esta verdade que a liturgia deste V Domingo nos transmite: seguir Jesus Cristo que se autodefine como «caminho, verdade e vida» é amá-Lo nos irmãos, o que é mais exequível no caminho da Igreja, força que Ele nos deixou para a implantação do Reino de Deus. Trilhar este caminho que conduz a Deus não é fácil e é até, talvez, impossível se não incluir a “façanha” do altruísmo. Demonstra-nos isso a relação entre os Apóstolos e, concretamente, as aventuras que Barnabé e Paulo percorreram juntos, ao encontro de novas comunidades e de anciãos que deixavam à sua frente.

Hoje, continua a ser assim, na dispersão geográfica e ideológica da sociedade, os cristãos são chamados a percorrer, como dizia Santo Agostinho, aquele caminho da verdade que conduz à vida. Para isso, estão implicados a deixar o individualismo e a indiferença e a partir. Também Jesus sabia que, um dia, ia partir para o Pai. Por isso, deixou-nos o Seu Espírito que, com diversos dons, conduz a Sua Igreja, ela mesma, caminho facilitador com a proposta da prática de valores e de horizontes vocacionais que certificam a existência e a possibilidade de habitarmos, desde já, o Reino que Jesus nos veio anunciar.

Assim, nesta ocasião, por exemplo, o Papa Francisco alerta-nos para os problemas vividos pelas comunidades cristãs do Oriente, concretamente, da Ucrânia. No ofertório das celebrações deste fim-de-semana, somos convidados a partilhar bens económicos com os cristãos das comunidades deste país, tendo sido assaltados pela tribulação da perseguição que levou à morte de vários dos seus membros. é desta forma que o nosso Pastor nos faz avançar neste caminho: não com conversas e orações inúteis, mas com uma ação que incarne o Espírito de Deus, que é, Amor para todos. É este seguimento de Jesus Cristo, vivido na radicalidade dos atos que é urgente viver no mundo de hoje. E a evangelização hodierna terá os frutos, como nos tempos da primitiva Igreja.

[Oração] Sal 144 (145)

[ContemplAção] Em: twitter.com/padretojo