Publicado em Lectio Humana-Divina

A cruz que vai do sofrimento do Senhor à tua glória

[Leitura] Deut 30, 15-20; Lc 9, 22-25; PAPA FRANCISCO, Mensagem para a Quaresma 2016

[Meditação] Sim, o sofrimento de Jesus não se mede em quantidade, pois foi na qualidade da sua entrega que Ele nos salvou e continua a salvar-nos. Por isso, a nossa travessia quaresmal assenta na sua dádiva ao Pai e todo o nosso sofrimento entregue no ofertório das nossas vidas também não é em vão. Jesus Cristo resgatou o terreno possível da nossa salvação embandeirando-a com a cruz onde livremente deu a vida por todos nós. Por isso, é por Ele que vale a pena perder a vida.

A quaresma é sempre um alerta durante a experiência de um ano para a realidade dos dois caminhos que se colocam diante do viver humano: a vida e a felicidade, a morte e a infelicidade. E, também, o paradoxo está diante dos nossos olhos: perder a vida para a encontrar ou querer ganhar tudo neste mundo para a perder realmente. Tudo se resume a seguir a Deus até onde Ele nos quiser levar, confiando-lhe a própria vida, ou dar azo somente aos desejos demoníacos.

Conforme lembra o Papa na sua mensagem para esta Quaresma:

Somente neste amor temos a resposta àquela sede de felicidade e amor infinitos que o homem se ilude de poder colmar mediante os ídolos do saber, do poder e do possuir. Mas permanece sempre o perigo de que os soberbos, os ricos e os poderosos – por causa de um fechamento cada vez mais hermético a Cristo, que, no pobre, continua a bater à porta do seu coração – acabem por se condenar precipitando-se eles mesmos naquele abismo eterno de solidão que é o inferno.

A cruz do Senhor é a “ponte” que vai do seu sofrimento por ti à tua glória. Atreves-te a atravessá-la?!

[Oração] Sal 1

[ContemplAção] Em: twitter.com/padretojo

Autor:

Padre da Diocese de Viseu