Publicado em Integração Psico-Espiritual

A discese necessária

«Onde é que se encontra Deus, neste momento em que tanto preciso d’Ele?» – é uma pergunta feita frequentemente pelos crentes que, desanimados ou questionando certos acontecimentos, se sentem vazios e carentes desse encontro com Aquele que tudo pode.

Ao querermos “subir” para Deus, muitas vezes esquecemo-nos de que Ele “desceu” para nós. Pergunto: será que a “subida” nos leva onde Ele está? Quantas vezes os ritos e os nossos próprios esforços nos distraem do caminho ao “lugar” onde Ele se encontra? Razão terá tido S. João da Cruz em propor-nos o caminho do “nada” e, convém saber, mesmo da ausência de algumas coisas espirituais que, apesar de serem originalmente boas, no entanto nos distraem do verdadeiro encontro por Deus, porque forjadas pelo nosso próprio desejo nem sempre bem intencionado ou conhecedor da nossa verdadeira necessidade.

“Descer” onde Deus está, como Jesus fez (cf. Mt 9,32-34), poderá ser o princípio de uma verdadeira ascese, a partir das coisas simples e de alguns abismos que temos que encarar. Para esta discese requerem-se alguns instrumentos, como por exemplo a aceitação e a humildade, para além da quietude para deixar Deus entrar e actuar.

Autor:

Padre da Diocese de Viseu