Problema

Todos temos problemas e passamos a maior parte dos dias a gerir problemas. No entanto, poucas vezes paramos para perguntar o que é um problema, a não ser que um problema nos obrigue a parar para pensar nisso.
Quando somos confrontados com um problema, corremos em busca de soluções, que, por vezes, não se deixam encontrar facilmente, de forma que em vez delas, aparecem-nos mais problemas…
Daí esta oportunidade para perguntarmos: O que é um problema?
Para solucionarmos este problema, passe a tautologia, partimos da persuasão de que, sem uma solução, não existe sequer um problema, no sentido que, sem solução, o problema não é aceitado, não emerge, é negado, pelo menos psicologicamente, ou existencialmente, portanto, não existe!
Sem uma via de saída e um para-onde-andar não nos sentimos numa prisão, mesmo se o lugar onde nos encontramos é pequeno e oprimente, podemos crer e sentir como casa própria.
Pois, um problema, para ser tal, deve ser verdadeiro e a verdade de um problema é a possibilidade da solução. Cada problema contém antecipadamente, como fim, a solução e, com diz Blondel, nenhum problema é indissolúvel a não ser que seja um um falso problema.