Publicado em Integração Psico-Espiritual

Confins pessoais

Confins são limites: uns impostos pela natureza de cada um, outros impostos pelo “super-ego” que faz parte da nossa educação humana/moral/religiosa, outros ainda descobertos por cada um de nós ao longo das circunstâncias do nosso viver…

Confins são fronteiras: “marcos” a assinalar o espaço no qual a nossa invasão pode comprometer a identidade pessoal, demarcação a avisar-me a insuprimivel liberdade do outro…

Confins são possibilidades: “campo de batalha” a sugerir o confronto contínuo e necessário para que vislumbrems o horizonte que, ainda que hoje visto parcialmente, nos vai surpreendendo pela largura, o comprimento, a altura e a profundidade… (cf. Ef 3,18) que nos liga ao mistério de Deus.

Autor:

Padre da Diocese de Viseu