Faz a tua tenda!

     No monte da transfiguração, Jesus desvelou aos seus discípulos a glória que Lhe estava prometida pelo Pai. Este é um momento tão importante para a fé dos discípulos como o é para a última etapa que Jesus está para percorrer: a via-sacra para o calvário e o dom da sua vida por nós.

   Cada via-sacra tem uma meta e um ponto de partida, uma glória a atingir ― prometida pelo Pai ― e um momento inicial de luz. Cada boa acção, cada sacrifício que o crente faz em favor dos outros, é precedida por esta luz que dimana da transfiguração de Jesus. A sua decisão em dar livremente a sua vida por nós é um raio de luz que vem do alto!

     Daqui resulta a necessidade de construir, cada um, a sua “Tenda da Palavra”. A vida do cristão necessita de momentos frequentes de acesso e contemplação da luz que vem pela leitura/escuta e meditação orante da Palavra de Deus. Para isso, a Bíblia não pode estar na estante, mas num lugar bem visível, por onde passe todos os dias. Tem lugar excepcional na proclamação da Palavra na comunidade dominical, mas precisa de ser “estendida” pela semana forma, nos ambientes e nas atitudes.

     Voltamos a escutar “Transfigure us, oh Lord” de Bob Hurd.