A implantação do Reino implica a união entre o ser e os estar, o encontro paradoxal entre o permanente e o transitório

Is 48, 17-19; Mt 11, 16-19 O “comer” e o “beber” de Jesus com os publicanos e os pecadores denota que o seu ser e o seu estar como que se confundem para na sua missão de implantar… Ler Mais