O Evangelho é grande e o ser humano é pequeno… Dai-nos coragem!

[Leitura] Os 8, 4-7. 11-13; Sal 113 B (115); Mt 9, 32-38

[Meditação] Quando ouvimos Jesus dizer «A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos; pedi ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara», podemos ter entendido tudo ao contrário, como se de uma Empresa ou ONG se tratasse. Ponho-me na pele de iletrados apóstolos que sabiam pescar (e outros roubar, como Mateus) e pouco mais. E se pensássemos, como S. João Crisóstomo, que o Evangelho é grande os ser humano é pequeno? Hoje qualquer um se assusta com as frentes da missão, no momento de escutar e responder a um chamamento que implique a especial consagração. No entanto, não é de muitas tarefas eclesiásticas e de “funcionários” para as realizar de que o Evangelho nos fala.

[Oração] Hoje, ao contemplar a nossa humanidade um tanto ou quanto desorientada nesta mudança de era, interpreto e rezo assim (intuo não estar a ser abusivo):

Deus nosso Pai,

o Evangelho é grande e o ser humano é pequeno;

dai-nos uma grande coragem para acolher,

em nome de Jesus, os valores do Evangelho sempre novo,

e cumulai-nos do Vosso Espírito Consolador,

para que o possamos levar onde ele faz tanta falta,

para que o teu Reino se torne patente à nossa vista,

não segundo as projeções dos nossos desejos,

segundo os desígnios inéditos e surpreendentes do teu amor.

Ámen.

[ContemplAção] Em: twitter.com/padretojo

%d bloggers like this: